Manejo, epidemiologia e impacto econômico das doenças entéricas bacterianas em frangos de corte 

O Dr. Charles L. Hofacre, presidente do Grupo de Investigação Avícola do Sul e professor emérito da Universidade da Geórgia, fez uma apresentação sobre "Gestão, Epidemiologia e Impacto Económico das Doenças Bacterianas Entéricas em Frangos de Corte". 

Os nutricionistas de aves, veterinários e especialistas em criação de animais são atualmente confrontados com numerosas mudanças nos regulamentos e preferências dos consumidores, para além da sempre presente responsabilidade de criar aves saudáveis de uma forma rentável. 

Estes regulamentos incluem alterações na utilização de antibióticos, maior segurança alimentar e maior preocupação sobre a forma como as aves são criadas e como são geridos os resíduos. 

Como parte deste ambiente industrial em evolução, a prevenção e controle de doenças entéricas tornou-se uma prioridade máxima para a indústria de frangos de corte. 

As bactérias entéricas têm um forte impacto no desempenho, saúde e bem-estar das aves, assim como na segurança alimentar. 

Duas das principais doenças bacterianas que hoje em dia desafiam a produção de frangos de corte, que serão abordadas nesta palestra são, a enterite necrótica e a Salmonella. 

Enterite necrótica 

A retirada dos antibióticos promotores de crescimento e dos anticoccidios ionóforos dos alimentos para avicultura, quer devido a novos regulamentos, quer devido a novas tendências de mercado, levou a um aumento da frequência de ocorrência de casos graves de enterite necrótica. Estima-se que o custo associado à enterite necrótica subclínica (prejudica a digestão e a absorção de nutrientes) poderá atingir os 5 cêntimos por ave. 

Com base em estimativas e na produção global de carne de frango, o custo da doença para a indústria avícola poderia ser de quase 2 mil milhões de dólares americanos. 

A Enterite Necrótica (NE) é causada por Clostridium perfringens (CP) tipo A, que produz toxinas alfa e beta. O PC forma esporos que são altamente resistentes às alterações ambientais e podem persistir por longos períodos de tempo. O PC é uma bactéria gram-positiva anaeróbia que pode ser encontrada no solo, pó, fezes, rações e especialmente na ninhada de galinhas e perus. 

A enterite necrótica pode ocorrer em 3 formas: 

Hiperaguda 

Aguda 

Subclínica 

Ocorre principalmente em frangos de corte dos 10 aos 28 dias de idade. Os sinais clínicos consistem em depressão, aglomeração, penas desfeitas, falta de apetite, diarreia e, em casos graves, elevada mortalidade. 

O aparecimento de doenças pode ocorrer rapidamente e a mortalidade pode variar entre 2% a 50%. A forma subclínica não causa mortalidade, mas reduz a eficiência alimentar. A doença pode também manifestar-se como hepatite ou colangiohepatite em aves em idade de processamento. 

As lesões variam de casos ligeiros que podem ser confundidos com coccidiose, disbacteriose ou enterite viral. As lesões principais incluem aumento ou inflamação dos intestinos com uma coloração ligeira a acastanhada, com pseudomembranas diftéricas e um fluido castanho-acastanhado, ensanguentado e aquoso. 

Muito típico é o clássico quadro "Toalha Turca" em que a superfície da mucosa do intestino delgado adquire uma aparência rugosa. As lesões são mais frequentemente vistas no laço descendente do duodeno em direção ao jejuno, e ocasionalmente no íleo. 

As aves saudáveis têm frequentemente uma baixa carga bacteriana de PC nos seus intestinos. Por razões ainda desconhecidas, as bactérias presentes nas aves saudáveis não libertam toxinas e não podem causar sintomas ou afetar o desempenho. Aparentemente, quando ocorre uma mudança no processo de crescimento, a PC começa a alterar o seu metabolismo e a causar problemas. 

Tal como com outras doenças, onde a causa é multifatorial, nenhum componente isolado pode ser apontado como o mais importante. Contudo, há indicações significativas de que a nutrição é um dos fatores-chave no desenvolvimento e propagação da doença. 

Ao contrário do milho e da farinha de soja, pequenos grãos como trigo, centeio e cevada adquirem uma elevada viscosidade, movendo-se lentamente através do trato digestivo e permitindo a rápida multiplicação da PC. A farinha de peixe e outros produtos animais são também considerados como fatores que favorecem o desenvolvimento de enterite necrótica. 

Uma mudança abrupta na alimentação ou distribuição de rações (escassez parcial de ração) poderia desencadear um surto. Além disso, os ingredientes presentes na qualidade da ração ou da água poderiam também alterar a motilidade intestinal ou danificar a mucosa intestinal. 

Outros fatores de risco que aumentam a incidência de ND são a remoção da cama entre bandos, meses mais frios (ventilação reduzida/humidade mais elevada da cama) e condições de alojamento geralmente más. A qualidade e estado sanitário dos ovos aquando da eclosão, bem como a qualidade do pintainho, podem também ser fatores predisponentes. 

Em países onde os pequenos grãos são normalmente utilizados na alimentação de frangos de corte, a utilização de enzimas digestivas ajuda a reduzir a enterite necrótica. 

Produtos destinados a promover uma microbiota saudável, tais como probióticos (contendo Bacillus, Lactobacillus spp. etc.), exclusão competitiva (CE) utilizando culturas indefinidas de flora intestinal de frango, hidratos de carbono complexos (como a manose), óleos essenciais e ácidos orgânicos provaram ser benéficos, isoladamente ou em combinação, na redução da incidência e efeitos prejudiciais desta condição. 

A coccidiose é provavelmente o principal fator predisponente para a enterite necrótica nos frangos de corte e, por conseguinte, o seu controlo tornou-se crítico nos sistemas de produção de frangos de corte onde antibióticos promotores de crescimento e/ou anticoccidianos ionóforos já não são utilizados. 

A imunização com vacinas atenuadas ou vivas não atenuadas contra a cocicdiose é uma prática cada vez mais comum como método de exposição controlada. No entanto, as vacinas podem causar danos ligeiros ao epitélio intestinal. A humidade da cama, práticas de incubação, temperatura, ventilação e higienização também desempenham um papel na redução da coccidiose e reações adversas após a vacinação. 

A crescente evidência científica e experiência de campo sugere que um programa abrangente de gestão preventiva e o uso combinado de produtos alternativos pode mitigar os efeitos da coccidiose e prevenir a replicação e produção de toxinas por C. perfringens. 

Salmonella 

A salmonelose é uma das toxinas alimentares mais comuns nos EUA, com custos médicos estimados em 3,7 mil milhões de dólares anuais. Entre os alimentos de origem animal, os produtos avícolas são uma importante fonte de Salmonella. 

Várias salmonelas ocorrem naturalmente em bandos de aves comerciais e, portanto, está a ser feito um esforço considerável para reduzir ou eliminar a sua presença na produção avícola, bem como no processamento, embalagem e preparação de alimentos para evitar a sua introdução na cadeia alimentar. 

Novas normas para a Salmonella em frangos e partes de frangos, estabelecidas em 2016 pelo Serviço de Inspeção e Segurança Alimentar do USDA, juntamente com a crescente pressão dos fornecedores e consumidores, estão a forçar os produtores de frangos de corte a desenvolver estratégias para reduzir a incidência nos sistemas de produção e processamento. 

A indústria de frangos de corte pode enfrentar o desafio de reduzir a presença de Salmonella se aceitar um conceito básico: a Salmonella é um problema de gestão. A forma como o sistema de produção é gerido na exploração irá determinar o sucesso na redução da Salmonella na fábrica de processamento. 

Tem-se verificado um aumento considerável, e é provável que a tendência continue, no número de alternativas e na disponibilidade de produtos para reduzir os níveis de Salmonella, muitos dos quais poderão ser muito úteis. 

Prevenir a entrada: o controlo de Salmonella começa no centro de incubação em reprodutores e frangos de corte. Foi demonstrado que os sorovares de Salmonella que infectam os pintos numa idade precoce são muitas vezes os mesmos que se encontram mais tarde na vida. Portanto, as estratégias de controle utilizadas para reduzir/eliminar a exposição dos reprodutores ou do centro de incubação à Salmonella, ou durante os primeiros dias de vida dos pintainhos, são críticas. 

Biossegurança: Um programa de biossegurança deve incluir a gestão de fatores de risco, tais como movimentação de pessoas e equipamentos, limpeza e desinfecção, controlo de pragas (roedores/insetos) e concepção de edifícios de biossegurança. 

Alimentação: A alimentação e os ingredientes das rações são uma parte crítica do programa. O tratamento térmico e químico adequado dos alimentos para animais, bem como o controlo do pó na fábrica de rações e o controlo de insetos/roedores são alguns dos aspectos mais importantes. 

Cama: A cama e a umidade da mesma durante o ciclo de produção do bando tem um forte impacto na sobrevivência das salmonelas e na sua sobrevivência e multiplicação no chão. A gestão do sistema de distribuição de água é um ponto chave no controlo da humidade da ninhada. 

Água: A água é um ponto crítico a considerar e pode ocasionalmente ser uma fonte de entrada de salmonelas no galpão, além de ser uma forma de propagação das bactérias através do galpão. O pó cai em bebedouros abertos e mesmo em bebedouros automáticos pode ser uma forma de contaminação. A clonagem regular com 3-5 ppm pode reduzir a transmissão de Salmonella. 

Os métodos de intervenção na exploração incluem a utilização de probióticos (Lactobacillus spp., e Bacillus spp.) ou a utilização de culturas de exclusão competitivas obtidas de galinhas normais para se instalarem no intestino para evitar a colonização de Salmonella. 

Vários prebióticos (ácidos orgânicos, óleos essenciais, hidratos de carbono complexos, extractos à base de leveduras, etc.) que podem ser digeridos pelas aves, mas que também podem ser utilizados por bactérias intestinais comensais como alternativa aos antibióticos promotores de crescimento. 

Recentemente, surgiu no mercado a combinação de probióticos com pré-bióticos (simbióticos). A ideia é que o probiótico seja administrado em conjunto com um substrato prebiótico específico para se conseguir o assentamento bem sucedido do probiótico no intestino. 

As vacinas modificadas de Salmonella viva em combinação com vacinas inativadas de Salmonella (bacterinas) são geralmente utilizadas em bandos de criadores para prevenir infecções sistémicas de Salmonella, reduzindo o risco de transmissão à descendência. 

Vários estudos demonstraram que os frangos de corte de galinhas vacinados contra a Salmonella têm uma prevalência mais baixa no nascimento, durante o crescimento e antes de entrarem na fábrica de processamento. 

O intestino da galinha é um ecossistema complexo com um equilíbrio delicado. As doenças entéricas, como a coccidiose, podem perturbar este equilíbrio, afectando negativamente a microbiota normal, e permitindo que a Salmonella se torne uma parte predominante da microbiota cecal. É, portanto essencial que todas as secções da microbiota intestinal sejam cuidadas para se conseguir uma saúde e um desempenho óptimos. 

Não existe uma solução ou programa único para o controlo da Salmonella. Os programas mais bem sucedidos são aqueles que utilizam o maior número possível de estratégias e intervenções listadas acima, do ponto de vista prático e económico. 

À medida que nos tornarmos mais conhecedores, seremos capazes de minimizar as doenças entéricas e ter frangos de corte que crescem eficientemente, ao mesmo tempo que fornecemos uma fonte saudável e segura para os nossos consumidores. 

Premium Platino

Premium

Standard

Básico

Alojamento

Lugar de celebração

DoubleTree by Hilton Hotel Miami Airport & Convention Center
MACC

DoubleTree by Hilton Hotel
Miami Airport
& Convention Center

711 NW 72nd Ave,
Miami, FL 33126, United States

Como chegar

  • Aeroporto

    5 minutos do aeroporto

    O hotel está a 5 min de taxi do aeroporto

  • Hotel

    Transporte gratuito

    Use o transporte gratuito do hotel para ir e voltar.


Shuttle
Location

DoubleTree by Hilton Hotel Miami Airport

Reserve já no hotel do evento

Reserva
Profesionales del sector

Profissionais da indústria

R$3075,00 R$ 4072,32
  • Gerentes de produção
  • Productores y veterinarios de productoras de aves
  • Incubatórios
  • Nutricionistas - formuladores (se excluyen empresas de premix, correctores y alimentos de primeras edades)
  • Gerentes de empresas productoras

Entrada Congresual
Coffee Break, Almuerzo
Vista libre de la Expo
Material del congreso
Cena de gala Inaugural

Proveedores

Fornecedores

R$ 5676,12
  • Ofreces Servicios/Productospara la Industria Avícola
  • Ofreces Servicios/Productos para los Fabricantes de Alimentos
  • Patrocinadores que não
    são do evento

Veja os Termos e Condições
de Patrocínio

Entrada Congresual
Coffee Break, Almuerzo
Vista libre de la Expo
Material del congreso
Cena de gala Inaugural

Tour de acompañantes

Tour de Acompañantes

370USD
  • Programa de ocio completo, para los días 17, 18 y 19 de Octubre

  • Everglades, Tour en Barco, Tour por Miami etc...

  • Consulta el programa completo en PDF

Profesionales del sector

Profissionais da indústria

R$3075,00 R$ 4072,32
  • Gerentes de produção
  • Productores y veterinarios de productoras de aves
  • Incubatórios
  • Nutricionistas - formuladores (se excluyen empresas de premix, correctores y alimentos de primeras edades)
  • Gerentes de empresas productoras

Entrada Congresual
Coffee Break, Almuerzo
Vista libre de la Expo
Material del congreso
Cena de gala Inaugural

Proveedores

Fornecedores

R$ 5676,12
  • Ofreces Servicios/Productospara la Industria Avícola
  • Ofreces Servicios/Productos para los Fabricantes de Alimentos
  • Patrocinadores que não
    são do evento

Veja os Termos e Condições
de Patrocínio

Entrada Congresual
Coffee Break, Almuerzo
Vista libre de la Expo
Material del congreso
Cena de gala Inaugural

Tour de acompañantes

Tour de Acompañantes

370USD
  • Programa de ocio completo, para los días 17, 18 y 19 de Octubre

  • Everglades, Tour en Barco, Tour por Miami etc...

  • Consulta el programa completo en PDF

Close

Conheça os Principais Tomadores de Decisão no evento latino do ano. LPN 2023, aves e nutrição sem limites!

17 - 19 Outubro 2023

Miami
  • DoubleTree by Hilton Hotel Miami Airport & Convention Center
  • 711 NW 72nd Ave,
  • Miami, FL 33126, United States
  • +34 93 115 44 15
Ver Mapa